Vendas na Black Friday: o seu negócio está preparado?

Dicas
vendas black friday

O fim do ano se aproxima e com ele uma das datas sazonais mais aguardadas para todo o comércio atualmente: a Black Friday. Hoje, é muito comum ouvir pessoas comentando que estão se programando para trocar o celular ou comprar presentes justamente nessa época. Contudo, no caso do empresário, nem tudo são flores: para arrasar nas vendas na Black Friday, o negócio precisa se organizar e tirar o melhor proveito do momento.

Superado apenas pelo Natal e o Dia das Mães, esse período marcado por uma intensa procura por produtos e grandes ofertas foi importado dos EUA e ganha cada vez mais adeptos no mundo todo, inclusive no Brasil. Logo, é fundamental que sua empresa tenha processos e ações alinhados e esteja pronta para enfrentar a maratona de pedidos, sem tropeços.

Quer saber mais sobre como potencializar suas vendas nessa data? Continue a leitura e saiba mais sobre a Black Friday e como preparar seu empreendimento para ela! Vamos lá?

A Black Friday no Brasil

A Black Friday é uma data sazonal e móvel, uma sexta-feira logo após o Dia de Ação de Graças nos EUA. No Brasil, ela começou a ganhar força em meados de 2010, com foco majoritariamente no e-commerce. No entanto, a aderência tanto do público como de lojas físicas e online de todos os portes cresce a cada ano, e a projeção é que 2019 registre um aumento de vendas de 4% em relação a 2018.

Por aqui, muitas lojas não se restringem a sexta-feira e optam por estender as ofertas por uma semana ou até o mês inteiro, aderindo ao que é chamado de Black Week ou Black Month.

Diante desse cenário e das altas expectativas de consumo dos clientes, não dá para ficar de fora: participar da Black Friday pode ser extremamente vantajoso para um negócio, uma vez que é uma excelente oportunidade de aumentar lucros, fazer o estoque girar e, ainda, reforçar a imagem da sua marca.

Como preparar o seu negócio para a Black Friday

O volume das vendas na Black Friday tende a ser expressivo, por isso é uma data tão benéfica para o comércio. Entretanto, sem planejamento os planos de lucratividade podem ir por água abaixo e o empresário pode ter que lidar com prejuízos. Entenda, a seguir, como organizar seu negócio, prestando atenção em diferentes áreas, para aumentar vendas sem risco.

Marketing

Como você pretende atrair seu público e como eles saberão das suas promoções? O planejamento de marketing é crucial para que as vendas na Black Friday aconteçam conforme esperado. Faça um checklist que inclua:

  • tipo de conteúdo que será criado para divulgar a loja e chamar o público;
  • canais que serão usados para atendimento e vendas;
  • cronograma de postagens nas redes sociais e blog, envio de e-mail marketing ou outros tipos de publicidade.

Infraestrutura

Ter uma boa infraestrutura para o dia fará toda a diferença. Se sua loja conta com um canal de vendas online, boas notícias: um levantamento do Google sobre intenção de compras apontou que, em 2019, o número de vendas pela internet deve ultrapassar o varejo físico.

Levando em conta que o consumidor moderno busca experiências de compra cada vez mais omnichannel, o ideal é que todos os seus canais estejam alinhados e em pleno funcionamento. Invista em boa hospedagem para o seu site — de forma que ele consiga dar conta do aumento no tráfego e não fique, em hipótese alguma, fora do dar — e verifique seu domínio e certificados de segurança. No caso de lojas físicas, analise a necessidade de contratar reforço e um time de vendedores temporários.

Produtos e estoque

Uma das partes mais importantes nesse momento é selecionar os produtos que entrarão em promoção e planejar o estoque. Faça um inventário e dê preferência a itens com menor giro na hora de aplicar os descontos. Estreitar o contato com seus fornecedores também faz parte de uma boa estratégia para vendas na Black Friday a fim de evitar que sua empresa fique sem artigos para o grande dia.

Dentro desse tópico, um aspecto vital é a precificação. Seja honesto, transparente e aplique descontos reais nos seus produtos. Nos primeiros anos da Black Friday brasileira, muitas lojas utilizaram o truque de aumentar o preço dos produtos meses antes para então “reduzi-los” durante a campanha. Rapidamente, muitos clientes perceberam o golpe. No fim, diversas lojas tiveram suas reputações manchadas, com diversas reclamações registradas na internet.

Atendimento e logística

Treinar e preparar sua equipe de vendas online e offline também são ações fundamentais. Tenha uma estratégia de vendas bem desenhada, com boas metas, e garanta que todo seu time conheça muito bem os produtos e os processos para atender melhor o consumidor e sanar dúvidas com segurança.

O pós-venda também merece atenção: períodos como a Black Friday são importantes para ampliar sua rede de consumidores, ou seja, você quer que, mesmo depois dessa data, essas pessoas continuem a ser seus clientes. Para isso, elas precisam ser bem atendidas, tanto na hora da compra como depois dela. Portanto, melhore seus canais para que o cliente possa sempre contatar você em qualquer etapa de sua jornada.

Lojas que lidam com pedidos online que serão entregues posteriormente precisam atentar à logística. Por isso, controle os processos de consolidação e envio de encomendas de perto, com auxílio da tecnologia. Além disso, tenha uma boa transportadora como parceira para evitar transtornos e atrasos.

4 dicas para aumentar as vendas na Black Friday

Confira quatro sugestões que serão muito úteis no seu planejamento e que ajudarão você a aproveitar melhor a época da Black Friday.

1. Use o remarketing e amplie seu alcance

O remarketing é uma ferramenta criada pelo Google AdWords na qual pessoas que já acessaram seu site são impactadas posteriormente por anúncios seus, que aparecem em outros sites, blogs e mídias online diversas. É um excelente recurso para lembrar clientes de suas promoções e trazê-los de volta. Para tal, não se esqueça de adaptar todos os seus banners e peças gráficas para a campanha da Black Friday.

2. Estude os dados dos anos anteriores

Outra boa dica para vendas na Black Friday é usar e abusar dos dados: se sua empresa participou em edições anteriores, avalie essas informações sobre o fluxo de vendas e examine seus pontos fracos e fortes nas campanhas passadas. Observe o que pode ser feito de diferente e aplique todos esses insights no seu planejamento atual.

3. Tenha uma campanha Pré-Black Friday

O comércio brasileiro, geralmente, não espera a sexta-feira para começar as promoções e a divulgação. Aderir a uma campanha de Black Week é uma manobra interessante para ganhar mais tempo para movimentar suas vendas e o tráfego da sua loja.

4. Turbine suas redes sociais

Para maximizar resultados, esse é um bom momento de investir em mídia paga para aumentar o alcance da sua loja. Nas postagens nos seus canais de comunicação — site, blog, redes sociais, etc —, não deixe de inserir hashtags como #blackfriday e fazer uso de alguns gatilhos mentais — como escassez, urgência, novidade, etc. — para chamar atenção dos consumidores.

Aumentar as vendas na Black Friday e conquistar bons lucros e um ótimo desempenho é possível com planejamento. Colocando as dicas e estratégias deste post em prática, seu negócio estará bem preparado para receber muitos pedidos neste ano e oferecer uma experiência inesquecível para seu cliente!

Gostou do post? Se sim, aproveite e compartilhe-o nas suas redes sociais com seus colegas!

Publicada em 06/11/2019 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: