Formalização em 2019 – 7 vantagens que ela traz para os negócios

Obrigações

Diferentes regras, burocracia em excesso, sistema tributário complexo: em um primeiro momento, estabelecer uma atividade na informalidade parece ser a melhor maneira de manter o empreendedor longe de tantas questões que tiram o sono de quem deseja ter um negócio próprio no Brasil.

O que você precisa saber, no entanto, é que a legalização da empresa afasta diversos riscos e oferece uma série de vantagens para o desenvolvimento do empreendedor.

A permanência do negócio à margem da lei pode, a médio e longo prazos, inviabilizar o serviço realizado. Nesse cenário, multas da Receita Federal, questionamentos na Justiça do Trabalho e perda da competitividade são alguns dos principais problemas enfrentados.

Por outro lado, a regularização concede uma série de vantagens ao empreendedor que possibilitam o desenvolvimento da empresa de forma saudável e segura. Neste post, vamos mostrar 7 dos maiores benefícios que a regularização das atividades empresariais proporciona para o crescimento do negócio. Confira!

1. Conquista do CNPJ

O primeiro benefício que a regularização do negócio oportuniza é a conquista do número do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica da empresa — popularmente conhecido pela sigla CNPJ. Esse registro funciona como um documento de identidade do negócio, sendo necessário para efetuar a maioria das transações comerciais, desde a criação de uma conta em banco até a emissão de notas fiscais.

O CNPJ, portanto, indica que sua empresa existe de fato aos olhos da lei e do governo. A regularização do CNPJ abre a porta para o resto das vantagens que veremos ao longo deste post. Por essa razão, deve ser a preocupação inicial de todo empreendedor.

2. Acesso facilitado a crédito

Ao legalizar as atividades da empresa, você passará a ter acesso a financiamentos em instituições financeiras. Isso significa que seu negócio terá mais chances de conquistar empréstimos em locais devidamente registrados e habilitados para isso.

Linhas de créditos especiais são oferecidas apenas aos negócios regularizados. Por meio delas, é possível obter os recursos necessários para investir na expansão da empresa, na aquisição de novos equipamentos ou ainda para aumentar o capital de giro, conforme a estratégia de crescimento do seu negócio.

Sem esse apoio externo, os planos de expansão ficam limitados à capacidade de investimento obtida apenas com os lucros que o negócio gera. Dessa forma, as chances de crescer são muito mais limitadas.

3. Emissão de nota fiscal

emissão de nota fiscal assegura a credibilidade da empresa. Afinal, esse documento formaliza a venda realizada e garante ao cliente os direitos previstos pelo Código de Defesa do Consumidor.

A nota fiscal também demonstra que o negócio está em dia com os impostos cobrados nas transações. Esse registro impede que órgãos de fiscalização do governo apliquem em sua empresa sanções pela falta de pagamento de tributos.

4. Relacionamento com clientes e fornecedores

Essa vantagem está diretamente relacionada ao item anterior. Ao formalizar sua empresa, tanto os clientes quanto os fornecedores passam a ter mais confiança nas transações que realizam com você.

Alguns parceiros comerciais inclusive só aceitam vender mediante a apresentação do CNPJ. Nesse sentido, a regularização do negócio aumenta o número de fornecedores a que sua empresa terá acesso. Esse fator pode ser decisivo na hora de negociar os melhores preços, diminuindo assim as despesas do negócio.

5. Economia no pagamento de impostos

A empresa regularizada pode optar pelo enquadramento tributário mais vantajoso para ela. Pequenos e médios empreendimentos, por exemplo, têm à disposição o Simples Nacional, modalidade adequada por ser menos onerosa para negócios que não registram faturamento muito alto.

Para você ter uma ideia, a alíquota do Simples Nacional pode vir a ser menor que o valor que seria recolhido pela pessoa física — pelo comerciante que não possui CNPJ. Nesse sentido, a emissão de nota fiscal pode registrar uma economia significativa do valor de tributos em um ano para a empresa.

Mais recentemente, o governo brasileiro lançou a categoria de Microempreendedor Individual (MEI). Esse formato é ideal para quem trabalha por conta própria e possui um faturamento de no máximo 81 mil reais por ano.

6. Segurança para o empreendedor

Um negócio que não está regularizado expõe o patrimônio do empreendedor a muitos riscos. Problemas judiciais e trabalhistas podem facilmente se confundir com a vida do empresário se não houver a formalização adequada.

Nesse sentido, formatos como Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), por exemplo, evitam que dívidas obtidas pela pessoa jurídica (empresa) sejam cobradas a partir dos bens da pessoa física (empresário).

Além disso, a regularização da atividade empresarial permite a contribuição com o INSS, órgão do governo responsável pela previdência social e por seguros contra eventos que possam diminuir ou suspender sua capacidade de trabalho. Ter um seguro contra essas fatalidades é uma garantia importante.

7. Vantagem competitiva

Quem precisa disputar novos consumidores diante de um mercado cada vez mais competitivo sabe da importância de se manter competitivo. Extremamente rigorosos, os clientes não hesitam em procurar a concorrência diante de uma insatisfação.

Nesse sentido, o negócio irregular causa desconforto e gera dúvidas quanto à qualidade do produto ou do serviço oferecido. Estar com toda a papelada em dia é, portanto, requisito mínimo para conquistar a confiança do consumidor.

Como você pôde perceber, a legalização da empresa oferece uma série de vantagens ao empreendedor. A formalização do CNPJ é o passo inicial e representa a formalização das atividades realizadas. A partir de então, o negócio está pronto para usufruir de todos os benefícios legais e estratégicos que a autenticação oferece.

Acesso a crédito em instituições financeiras, emissão de notas fiscais, melhoria no relacionamento com clientes e fornecedores, enquadramento tributário mais vantajoso, segurança jurídica para o empreendedor e aumento da vantagem competitiva em um mercado cada vez mais disputado: essas são condições que empresas maduras têm à disposição, fundamentais para quem deseja evoluir.

Por fim, se gostou deste conteúdo e quer ter acesso a mais informações sobre gestão de empresas e empreendedorismo, não deixe de ficar ligado nas nossas redes sociais para receber em primeira mão nossas postagens! Estamos no FacebookInstagram e LinkedIn, ok? Até logo!

Publicada em 28/12/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: