PEFIN e REFIN: o que são e por que a sua empresa precisa se preocupar?

Finanças
pefin e refin

A inadimplência é, certamente, um dos problemas mais desafiadores que empresas muitas vezes precisam enfrentar, capaz de causar impactos altos no fluxo de caixa e comprometer seriamente as perspectivas de crescimento de qualquer negócio. Nesse ponto, empresários precisam estar sempre informados sobre estratégias que possam lhe ajudar a mitigar esse contratempo. PEFIN e REFIN são duas soluções voltadas para regularização de dívidas que podem ser muito úteis para ajudar a lidar com essa situação.

PEFIN e REFIN são recursos que atuam para que a política de cobranças de uma empresa seja mais inteligente e prática, gerando menos custos e burocracias. Ambos são serviços relacionados a pendências financeiras, contudo, eles apresentam diferenças. Por isso, é importante aprender a distingui-los para poder usar a ferramenta correta para o seu negócio.

Neste post, você vai saber o que significa detalhadamente cada conceito, como os dois se diferem — e também qual é a diferença entre eles e o protesto — e quais são as vantagens de usá-los. Aproveitamos também para informar que a Serasa Experian tem uma solução de cobrança exclusiva para pequenas e médias empresas. Com ela, fica muito mais fácil receber o que te devem, sem desgastar sua relação com clientes inadimplentes. Aproveite mais essa vantagem para a sua empresa.

 

Quero recuperar dívidas de clientes inadimplentes com a solução da Serasa Experian

 

O que é o PEFIN?

O PEFIN é um serviço da Serasa Experian para regularizar débitos e adicionar dívidas em aberto de consumidores no banco de dados da própria Serasa. Nele, empresas podem consultar e incluir informações sobre pendências financeiras de um cliente pessoa física ou jurídica de maneira precisa. Os dados visualizados são fornecidos por instituições de diferentes segmentos da economia, como varejo, indústria, prestação de serviço, entre outros.

A ferramenta permite que se tenha acesso, de modo atualizado, ao cadastro dos consumidores, e o sistema ainda facilita a comunicação entre empresas e devedores, por meio da emissão de uma carta-comunicado. Nessa carta, o pagador recebe um comunicado sobre sua dívida e instruções sobre o que precisa fazer para quitá-la — podendo, inclusive, vir acompanhada de um boleto com o valor total atualizado e uma proposta com possíveis descontos, o que aumenta as chances do débito ser liquidado.

Com o PEFIN, o processo de cobrança e negociação de uma dívida é otimizado, uma vez que o devedor recebe orientações sobre sua pendência com mais comodidade e sem burocracia.

E o que é REFIN?

O REFIN é um sistema semelhante ao PEFIN, porém seu foco e a fonte das informações são distintos. Relembrando, o PEFIN envolve a inclusão e consulta a informações sobre dívidas que pessoas físicas ou jurídicas possam ter em diferentes setores da economia, enquanto que o REFIN está relacionado a débitos com bancos e outras instituições financeiras.

Ou seja, se um indivíduo tem pendências relacionadas ao cartão de crédito ou cheque especial, por exemplo, essas informações constarão ou deverão ser inseridas no cadastro REFIN.

PEFIN e REFIN são soluções fornecidas pela Serasa Experian e são grandes aliadas quando o assunto é contornar a inadimplência. Conhecer melhor as semelhanças e diferenças entre os dois é crucial para que o empresário saiba escolher qual é a opção certa para o seu negócio, isto é, que tipo de consulta e cobrança pretende realizar.

Qual é a diferença para protesto?

O protesto é um processo formal, feito obrigatoriamente em cartório, com o intuito de documentar a dívida de uma pessoa física ou jurídica. O objetivo com isso é poder tanto cobrar o débito quanto proteger legalmente o credor.

Para fazer isso, primeiramente, o empresário precisa avaliar detalhadamente o título e verificar se ele possui elementos necessários para executar um protesto — tendo, por exemplo, os documentos preenchidos corretamente, as assinaturas etc. Depois de avaliar tudo, ele deve se dirigir ao cartório e solicitar o protesto do título, para que, judicialmente, ele tenha direitos legais de comprovar a inadimplência e cobrar seu prejuízo.

Os principais motivos pelos quais muitos empresários preferem recorrer ao PEFIN e REFIN são o custo e a burocracia. O valor que cartórios cobram para incluir um protesto varia de acordo com o valor da dívida e também da cidade e da região onde se encontra o cartório — o que pode demandar um gasto alto. Já o serviço da Serasa Experian tem um preço fixo, independentemente do valor do título e da região.

O processo de consulta e inclusão de dívidas no PEFIN e REFIN é feito pela internet. No caso de quem quer comunicar um débito, basta inserir as informações no portal, que serão validadas pelo sistema da Serasa Experian.

Após a confirmação, o programa envia a carta-comunicado ao devedor, dando entre 5 a 10 dias para que ele entre em contato com o credor e resolva sua pendência. Se isso não for feito, a Serasa Experian adicionará o CPF ou CNPJ desse cliente em seu banco de dados, que passa a aparecer em todas as consultas feitas na sua rede.

Quais são as vantagens desses serviços?

PEFIN e REFIN são ferramentas que otimizam o processo de cobrança de dívidas e ainda colaboram para melhorar a relação entre clientes e empresas, poupando ambas as partes de burocracias e aborrecimentos. Conheça suas principais vantagens:

  • redução de custos: o valor para incluir uma dívida no PEFIN e REFIN é único e bem mais em conta do que comparado ao cartório;
  • segurança: o PEFIN e REFIN da Serasa Experian respaldam o negócio judicialmente caso ele precise comprovar os débitos;
  • praticidade: essa é uma das maiores vantagens dessas soluções, já que é mais fácil localizar o cadastro do cliente e entrar em contato com ele, adotando um processo de cobrança mais preciso, seguro e simples, realizado pelo próprio sistema;
  • abrangência: os produtos têm um grande alcance, uma vez que o banco de dados da Serasa Experian é muito amplo, chegando a atingir milhares de clientes;
  • recuperação de crédito: em média, cerca de 50% das empresas conseguem recuperar dívidas não pagas com o PEFIN e REFIN, devido à forma inteligente e precisa como são feitas as cobranças.

As ferramentas de cobrança modernas apresentam resultados expressivos quando o assunto é resolver o problema da inadimplência. Na busca por resolver esse desafio e recuperar dívidas em aberto, empresários precisam se informar sobre esses recursos e como eles podem colaborar para a saúde financeira de uma organização.

Por isso, o PEFIN e REFIN são duas soluções que merecem ser consideradas. Elas otimizam as cobranças e aproximam credores e devedores, permitindo que a situação seja resolvida de forma mais efetiva, rápida e prática.

Gostou do post? Se sim, compartilhe-o com seus amigos e parceiros nas suas redes sociais e nos ajude a espalhar este conteúdo por aí!

“Guia definitivo: 3 passos para evitar a inadimplência na sua empresa”

Sobre o conteúdo

Guia definitivo: 3 passos para evitar a inadimplência na sua empresa

Baixe nosso e-book grátis e confira 3 passos para evitar a inadimplência na sua empresa.

Preencha para fazer o download gratuito.
Não perca esta oportunidade!

Publicada em 09/12/2019 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: