Marketing para pequenas empresas: melhores estratégias e dicas para seu negócio crescer

Aprenda Serasa Sebrae
marketing para pequenas empresas

Não são apenas as grandes organizações que devem se preocupar com campanhas de divulgação da sua marca e produtos. Também é muito importante planejar o marketing para pequenas empresas, afinal, elas precisam encantar o seu público para se manterem fortes no mercado.

Ainda que o público seja menor, é fundamental oferecer uma boa experiência para essas pessoas para que elas voltem a fazer compras e sejam fidelizadas. Além disso, as pequenas empresas também têm concorrentes. Então, se não criarem boas campanhas de marketing, podem acabar ficando para trás.

A boa notícia é que o marketing não é tão difícil quanto parece. Com ações simples, você pode destacar o seu negócio e ganhar a confiança do público. Para ajudar nessa tarefa, preparamos este conteúdo trazendo sugestões de estratégias e dicas de marketing para fazer o seu negócio crescer. Continue lendo e veja como alcançar o sucesso é mais fácil do que você imagina!

Como fazer marketing para pequenas empresas?

O marketing para pequenas empresas também precisa de planejamento. Independentemente do porte do negócio, ele tem uma solução específica, um público também específico, concorrentes e tudo mais que as grandes empresas têm.

A diferença é que muitas ações costumam ter um foco regional para atender o público que está por perto. Além disso, estratégias e ferramentas devem ser adequadas às demandas e características do negócio.

Uma distribuidora de bebidas, por exemplo, não precisa criar uma grande campanha de marketing igual à da Coca-Cola. Ainda assim, deve investir em sua marca e na divulgação dela para realizar um bom volume de vendas.

Empresas pequenas não podem deixar o marketing de lado, mas as ações e campanhas devem ser condizentes com a realidade do público e as necessidades do negócio. Dito isso, veja a seguir algumas estratégias e dicas para deixar as campanhas de marketing para pequenas empresas mais estruturadas e profissionais.

Desenvolva a identidade visual e a marca do negócio

Você já percebeu que as empresas existem, na verdade, de uma forma abstrata? Um negócio é um número, o seu CNPJ, e um nome, a razão social sobre a qual essa empresa foi registrada. O que faz com que uma empresa seja real para o público é a identidade criada em torno dela.

Essa identidade é composta pelo seu logotipo, as cores utilizadas, as fontes dos textos e toda essa parte gráfica e visual que torna essa empresa real, de modo que seja reconhecida pelas pessoas.

A identidade contribui para gerar a identificação do público com a marca. É por isso que, para criar boas campanhas de marketing para pequenas empresas, é necessário desenvolver antes essa marca e essa identidade. Isso é feito com base no seu segmento de mercado, nas soluções disponibilizadas e no público atendido.

Quem é a sua empresa? Que tipo de solução ela disponibiliza? Como contribui para resolver um problema, atender a uma necessidade ou desejo? Que tipo de mensagem quer transmitir para os clientes? Como deseja ser reconhecida?

Essas são algumas perguntas que precisamos responder na hora de criar uma identidade e uma marca para que ela possa transpassar impressões e valores.

Mescle ações virtuais e físicas

Não é novidade que empresas de todos os segmentos estão migrando para o meio digital. Isso acontece mesmo com aquelas que pretendem continuar suas atividades em estabelecimentos físicos, uma vez que estar no meio digital é indispensável para alcançar o público.

Perceba que, hoje em dia, as pessoas recorrem à internet até mesmo para encontrar estabelecimentos em sua cidade ou bairro. Elas fazem buscas quando não têm certeza de qual empresa próxima poderia atender àquilo que necessitam.

É por isso que o marketing para pequenas empresas precisa envolver ações virtuais e físicas. Dessa forma, vamos ampliar as estratégias e atingir o público de diferentes maneiras. Mas é importante ressaltar que ações nos dois ambientes devem acontecer de acordo com aquilo que faz mais sentido para o seu público.

Veja a importância de conhecer bem essas pessoas e os hábitos delas para saber, por exemplo, se faz mais sentido investir em um outdoor, panfletagem, anunciar no rádio ou canal de TV local, ou então investir em mídias pagas online. Ter esse conhecimento ajuda a investir naquilo que tem maiores chances de trazer retorno.

Tenha um site e um blog bem estruturados

Essa é uma das regras principais para quem pretende começar a explorar o meio digital. O marketing para pequenas empresas na internet começa com a criação de um site e de um blog bem estruturados, pois esses são o endereço do negócio no mundo virtual.

Da mesma forma que sua empresa tem um ponto para manter as operações físicas, ela precisa de um espaço próprio na internet para que as pessoas possam conhecê-la e visitá-la no ambiente digital.

No entanto, perceba que explicamos que o site e o blog precisam ter uma boa estrutura. A internet é um mundo dinâmico, e as pessoas não gostam de perder tempo nesse espaço. Sendo assim, não é “qualquer coisa” que vai funcionar. É importante que o site seja organizado e completo, que tenha um bom layout e design para que os visitantes naveguem com facilidade.

Também precisamos pensar na diversidade de dispositivos que podem ser utilizados no acesso. O ideal é ter um design responsivo para se adequar aos diferentes tamanhos de tela, promovendo a mesma experiência positiva em questão de navegabilidade e rapidez.

Considere que sites e blogs lentos, desorganizados e pouco intuitivos provocam desinteresse em questão de segundos, fazendo com que o seu cliente em potencial vá para a concorrência.

Esteja nas redes sociais

É difícil encontrar uma pessoa que não esteja em pelo menos uma rede social. Elas são as grandes tendências do momento, já que favorecem a interação entre as pessoas e com as marcas que consomem.

Criar um perfil nas redes sociais é indispensável para as estratégias de marketing para pequenas empresas. Isso faz com que o negócio se torne mais acessível para o público e ainda contribui para que a marca faça parte do dia a dia dessas pessoas. Afinal, elas estão sempre conectadas e de olho no que está acontecendo.

As redes sociais são o canal para você interagir com o público, levar informação, proporcionar entretenimento e divulgar produtos e serviços. Note que não se trata apenas de vendas. É muito importante que os perfis tragam humanização nessa interação com o público, evitando restringir as postagens apenas para incentivar compras porque isso pode levar à rejeição.

Elabore campanhas de e-mail marketing

Tem gente que acredita que o e-mail caiu em desuso, mas na verdade ele é um grande aliado das campanhas de marketing para pequenas empresas. É só você pensar que para qualquer coisa que vamos fazer na internet precisamos disponibilizar um endereço de e-mail, como entrar em uma rede social, fazer o cadastro em um site ou fechar uma compra.

Quando você colocar o seu blog no ar, pode disponibilizar conteúdos para atrair o público e fazer com que ele forneça de forma voluntária seu e-mail. É o que acontece, por exemplo, quando criamos um e-book, que é enviado para a pessoa por e-mail quando ela solicita download.

Ao coletar esses contatos você pode fazer a segmentação deles para entender o que chamou a atenção dessas pessoas. Apenas tenha cuidado de respeitar as orientações da legislação, em especial da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Com base nessas preferências, fica mais fácil elaborar campanhas com mensagens visando incentivar a compra ou contratação de um serviço.

Mas não é só isso, porque também podemos utilizar o e-mail marketing para fortalecer os laços com os clientes antigos. Eles podem receber conteúdos e informações, promoções exclusivas e mensagens em datas especiais, como aniversário e Natal. É uma forma de se manter por perto do cliente e evitar que ele esqueça sua empresa.

Faça parcerias estratégicas

As parcerias são uma boa estratégia de marketing para pequenas empresas. Elas são muito úteis para atrair um público maior, fazendo com que um negócio apoie o outro para que ambos tirem proveito das ações realizadas.

No meio físico, as parcerias podem ser feitas, por exemplo, com a oferta de descontos ou condições especiais para clientes em comum de duas empresas. Ao abastecer em um posto de gasolina, o motorista pode obter desconto em um lava-rápido, uma loja de autopeças ou oficina mecânica.

Uma loja de aluguel de trajes pode fazer parcerias com salões de beleza e cabeleireiros para oferecer descontos para os clientes em comum. São muitas as alternativas nesse caso, e elas podem ser levadas também para o meio digital.

Na internet, as parcerias podem ser feitas na criação de conteúdos, nas lives com especialistas, influenciadores, na publicação recíproca de banners no site ou blog, entre outros.

Ressaltamos a importância de conhecer bem o público e as preferências dele para que essas parcerias façam sentido. Os parceiros também precisam pertencer ao universo dessas pessoas, do contrário, as ações não surtirão bons efeitos.

Crie valor para o negócio

Os consumidores modernos estão em busca de mais do que produtos e serviços de qualidade por um bom preço. Essas pessoas querem agregar valor para a experiência que têm com as marcas que consomem. Ou seja, precisam de alguma maneira gerar um diferencial em suas vidas. O marketing para pequenas empresas também envolve ações desse tipo.

É importante pensar naquilo que faz com que os clientes da sua empresa deem preferência para ela em vez de ir para a concorrência. Existe algo que de fato atraia essas pessoas para o seu negócio?

Nem sempre é necessário algo muito grandioso para entregar valor para o cliente. Um restaurante que disponibiliza um ambiente kids entrega valor ao oferecer uma experiência mais prazerosa para os pais e as crianças.

O objetivo aqui é encantar o cliente mesmo que seja em detalhes, oferecer algo que vá além das soluções que a sua empresa entrega. Tenha esse diferencial que só pode ser encontrado no seu negócio, para que a experiência do público seja positiva e marcante.

Realize promoções locais e divulgue-as com antecedência

Negócios de menor porte geralmente atendem o público que está mais perto deles. Por isso, o marketing para pequenas empresas não pode deixar de fora as promoções locais, que são aquelas voltadas para os clientes que estão nas proximidades.

As promoções locais são importantes para fazer com que a sua empresa se destaque dos concorrentes diretos, aqueles que oferecem um risco maior em relação à atração e preferência dos clientes.

Essas promoções podem ser divulgadas por meio de campanhas tanto offline quanto online. Mas não se esqueça de que é preciso planejar a promoção para o melhor momento e de modo que traga condições de fato atrativas para o público.

Outro detalhe é a divulgação, que precisa acontecer com antecedência para garantir que seja um sucesso. Simplesmente disponibilizar a promoção pode não surtir o efeito desejado. Na verdade, há um risco de que não traga um bom retorno, pois as pessoas não estavam prontas para isso.

Gere expectativa no público falando a respeito da promoção que vai acontecer. Deixe que a curiosidade fale mais alto e libere informações aos poucos. Assim você vai manter o interesse dessas pessoas, fazendo com que elas acompanhem os seus canais. Com isso, no dia da promoção, terá maiores chances de vender bem.

Faça networking

É muito difícil para uma empresa sobreviver sozinha no mercado. De uma forma ou de outra ela precisa de parcerias, como as empresas que fornecem serviços para que suas operações sejam possíveis e os próprios fornecedores.

Na hora de pensar no marketing para pequenas empresas, não podemos deixar o networking de lado porque ele ajuda a ampliar a rede de contatos. Isso é muito importante para que você possa fazer novos parceiros e criar oportunidades.

Muitas empresas se unem para a realização de eventos, promoções e outras ações que ajudam a colocar as marcas em evidência e atrair o público. Estar em contato com outras empresas e com profissionais fará com que o seu negócio seja lembrado quando surgirem essas oportunidades.

Você também poderá participar de feiras, exposições, mostras, entre outros eventos que farão com que sua marca fica cada vez mais conhecida. Mas para isso é preciso estar no mercado e em contato com outros.

Ofereça um bom atendimento

Você sabia que oferecer um bom atendimento também é uma estratégia de marketing para pequenas empresas? Isso porque é um fator que influencia a imagem do seu negócio e promove a satisfação do público.

Quando o cliente é bem atendido, a tendência é ele voltar. Ou seja, oferecer um bom atendimento é uma estratégia que contribui para a fidelização do público. Ao mesmo tempo, ajuda a formar defensores e promotores da marca.

Essas são as pessoas que vão fazer a indicação do seu negócio para outros, possibilitando atrair e ganhar novos clientes sem ter que, necessariamente, elaborar campanhas focadas nesse objetivo.

Em muitos estabelecimentos, o bom atendimento é o diferencial da marca. E vale lembrar que esse bom atendimento precisa acontecer tanto no âmbito físico quanto no meio digital.

Cada contato precisa de atenção, independentemente do teor da mensagem encaminhada. Dúvidas devem ser respondidas, problemas sanados e reclamações registradas para fazer melhorias. Atender bem demonstra preparo e profissionalismo, o que gera credibilidade e confiança.

Garanta uma boa experiência para o público

Lembra que explicamos que o consumidor moderno está em busca de valor nas marcas que ele consome? Isso acontece porque as pessoas desejam vivenciar uma boa experiência durante a sua jornada de compra e na relação com as empresas.

Gerar uma boa experiência para o público significa garantir que ele encontre tudo aquilo que precisa para estar em contato com a sua empresa, interagir com os canais que ela oferece, receber atenção quando solicita e encontrar as melhores soluções para os seus problemas.

Precisamos garantir que o cliente seja impactado de uma forma positiva desde a primeira vez que contatar o seu negócio e em cada uma das etapas que conduzem essa pessoa à conversão, para finalizar uma compra.

É muito importante realizar as ações corretas para que o cliente esteja satisfeito com aquilo que encontra ao longo da jornada. Isso também é fazer marketing para pequenas empresas porque vai contribuir para cativar cada um dos clientes, para que se torne fiel e ainda indique a outras pessoas.

Uma boa experiência leva a comentários positivos nas redes sociais, assim como boas avaliações dos produtos e serviços prestados. Ou seja, valoriza a imagem do seu negócio. A sua empresa fica reconhecida por sua dedicação ao cliente.

Invista no sucesso do cliente

Existem empresas que oferecem uma boa experiência para o seu cliente enquanto a jornada de compra está acontecendo, mas acabam pecando na hora de realizar o pós-venda. Não podemos esquecer que esse é um momento muito importante para o cliente. Assim, as ações realizadas influenciam de forma significativa a sua experiência e satisfação.

É essencial garantir que esse cliente que confiou em sua empresa e adquiriu um produto ou serviço tenha sucesso. Isso significa oferecer para ele todo o suporte necessário para que possa usufruir da melhor forma da sua aquisição. Enfim, ele deve ficar completamente satisfeito com a compra realizada.

O sucesso do cliente pode envolver, por exemplo, o suporte para saber como usar da melhor forma o produto, um aplicativo ou software. Também inclui o envio de mensagens o compartilhamento de conteúdos que tragam sugestões de uso, de manutenção, de conservação e assim por diante.

Compartilhamos a experiência da própria empresa com esse cliente para que ele tire o máximo proveito daquilo que adquiriu. Dessa forma, geramos valor para essa pessoa e ganhamos a credibilidade e a confiança dela.

Como aplicar essas estratégias e dicas da melhor forma?

Você já descobriu quais são as estratégias para criar boas campanhas de marketing para pequenas empresas, mas explicamos que elas precisam ser adequadas à necessidade e à demanda de cada negócio.

Como, então, aplicar essas dicas da melhor forma para obter bons resultados no seu negócio? Veja a seguir 4 ações que servirão como base para suas decisões na hora de colocar tudo isso em prática.

1. Conhecer os clientes

Antes de tudo, você precisa conhecer muito bem os seus clientes. Você tem que saber saber quem são essas pessoas, por exemplo, homens ou mulheres, jovens, de classe média ou alta, e assim por diante. Mas não é só isso, ok?

É fundamental ir a fundo para conhecer também os hábitos, comportamentos, preferências e objeções. Todas essas informações são indispensáveis para que você saiba aquilo que pode funcionar para essas pessoas.

Quais são os melhores canais para abordá-las? O que esperam de empresas do segmento da sua? Que tipo de problemas estão vivenciando? Assim saberá também o conteúdo das mensagens que vai utilizar para compor suas campanhas.

2. Estudar seus concorrentes

Observe quem são os seus concorrentes, como eles se posicionam no mercado, de que maneira tratam os clientes e que tipo de soluções disponibilizam.

Analise em detalhes essas empresas para que possa entender aquilo que elas não entregam e, dessa forma, gerar diferenciais e oportunidades. Essa também é uma maneira de ver aquilo que não pode faltar para que você não acabe ficando para trás.

3. Analisar o próprio negócio

Faça uma análise crítica do seu próprio negócio. Veja se as soluções disponibilizadas de fato atendem às expectativas do público. Verifique como está acontecendo o atendimento e como são organizados os processos internos. O objetivo é entender se existem falhas ou aspectos que geram experiências negativas para o público.

Procure se colocar no lugar dessas pessoas. Veja se o modo como as coisas estão sendo feitas agora poderia agradar você enquanto cliente. Mas também procure analisar os aspectos fortes para que possa investir cada vez mais neles e se destacar por causa desses diferenciais.

4. Medir os resultados

Monitorar os resultados das campanhas de marketing para pequenas empresas é fundamental para verificar se os objetivos foram atingidos. Essas análises devem acontecer de forma constante para que você possa aprimorar cada vez mais as suas estratégias.

Ao longo de todo o caminho, são necessárias adequações, investimentos em novas ferramentas, tecnologias e outros recursos que vão otimizar e aprimorar o trabalho em seu negócio.

Então, sempre que colocar uma ação em prática, verifique se ela foi bem aceita pelo público. Crie relatórios, veja aquilo que funciona melhor e aposte no que tem mais aceitação.

Elaborar campanhas de marketing para pequenas empresas não é difícil. O que garante o sucesso das estratégias é o planejamento de cada ação, para que ela esteja alinhada com o perfil do público e atenda as demandas do negócio. Com monitoramento constante, conseguimos medir resultados para ter retornos cada vez melhores.

Gostou deste conteúdo? Então, que tal aprender 10 passos para uma boa divulgação online do seu negócio? Confira!

Publicada em 30/06/2022 - Fonte: Aprenda Serasa Sebrae
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: