Ideias para pequenos negócios na quarentena: confira ações e parcerias

PMEs - Desafios Financeiros
ideias para pequenos negócios

É inegável que o cenário complexo pelo qual passa o mundo tenha gerado efeitos bastante significativos aos negócios, especialmente aqueles de pequeno e médio porte. Portanto, é inegável que essa nova realidade exige uma adequação. Quanto a isso, não há outra saída para as empresas senão a reinvenção, buscar novas estratégias e caminhos para contornar os desafios e se manter de pé.

Para ajudar você e a sua empresa a driblarem as limitações e as dificuldades que surgiram nesse momento conturbado, separamos diferentes ideias para pequenos negócios na quarentena. Assim, descubra como a sua empresa pode superar esse momento de forma estratégica e sair ainda mais forte!

Os impactos da quarentena nos pequenos negócios

Quando se discute sobre o isolamento social nas cidades, certamente um dos pontos mais citados é a questão da redução da demanda. Com uma menor quantidade de pessoas circulando e as medidas restritivas ao comércio, uma consequência natural é o seu desdobramento no orçamento e no caixa de muitos negócios, levando à necessidade de criação de estratégias para honrar os seus compromissos.

Apesar disso, esse contexto também traz grandes oportunidades. As mudanças repentinas ocasionadas pelo isolamento social levaram muitas empresas a mudar o seu formato de atuação, utilizando novos canais de vendas e comunicação, como aplicativos e redes sociais — é nesse ponto, inclusive, que um dos principais impactos da pandemia pode ser visualizado.

Muitos empresários não estavam preparados para atuar nos meios digitais. Empresas que faziam vendas físicas e, do dia para noite, passaram a vender online, não sabiam como agir e nem mesmo por onde começar. Mesmo quem já praticava esse tipo de venda, o fazia de forma simples e menos profissional, com divulgação por redes sociais, por exemplo — isto é, não utilizavam sistemas automatizados de recebimento de pedidos, atendendo apenas entregas e encomendas.

Dessa forma, pode-se dizer que um dos grandes efeitos da quarentena sobre a gestão de microempresas foi justamente apontar os seus erros e ineficiências, mostrando a necessidade de se pensar de maneira mais inovadora e estratégica, com o objetivo de se preparar melhor para cenários complexos e para o futuro.

Ações e parcerias entre pequenos negócios

O momento atual também mostrou que é possível contornar muitos dos desafios impostos apenas com o que se tem à disposição. Ou seja, nem sempre é preciso gastar ou criar algo inusitado para conseguir se manter no mercado. Muitas vezes, é preciso apenas uma boa dose de criatividade e visão estratégica.

Uma ação bastante positiva para os pequenos negócios é fazer o network e investir em parcerias, atuando de maneira colaborativa, compensando as fragilidades de um lado e aproveitando as potencialidades do outro. Como exemplo, podemos citar o caso de uma pizzaria de São Paulo, que funciona ao lado de uma lanchonete — lanchonete esta que enfrentava uma situação bastante crítica devido à redução de clientes. Para ajudar, a pizzaria comprou todo o estoque de chocolate do estabelecimento e, em todas as entregas de pizza, ela enviava um bombom ao seu cliente.

Essa medida fez toda a diferença para a lanchonete. A pizzaria criou um bom relacionamento com os vizinhos e com o consumidor. O custo do bombom foi adicionado ao valor da pizza, nesse caso, com bem pouca diferença para o público da pizzaria, pois eram apenas dois reais a mais, mas muita diferença para a lanchonete, que assim conseguiu se reestruturar. Um verdadeiro ganha-ganha!

Outra forma de se estabelecer uma parceria estratégica é a partir da utilização das redes sociais. Nesse ponto, uma empresa pode divulgar a outra em suas mídias sociais, gerando engajamento e tráfego para ambos os lados. Sem dúvida, isso pode ser convertido em mais vendas e faturamento. Negócios de sucesso há tempos adotam esse tipo de estratégia.

Definindo bons parceiros

Apesar de todo o potencial positivo que as parcerias têm para os pequenos negócios neste cenário de quarentenas, ainda assim é preciso saber como agir. É necessário encontrar bons parceiros para realizar boas ações e, consequentemente, gerar bons resultados. Para isso, algumas dicas são:

  • olhar ao seu redor;
  • analisar o que a internet e os meios digitais têm oferecido;
  • avaliar o que você sabe e é capaz de ensinar — ainda que à distância, contando com o apoio da tecnologia;
  • analisar o que a concorrência tem feito para se inspirar;
  • ter a visão de que parcerias são muito mais do que apenas ganhos;
  • se mostrar sempre presente no relacionamento entre as empresas e os clientes;
  • prezar pelo relacionamento com os clientes que já tem.

Ideias para pequenos negócios na quarentena

Os pequenos negócios certamente são os mais afetados, visto que nem sempre dispõem de capital de giro e reservas suficientes para se sustentar quando o faturamento reduz drasticamente. Por isso, esse perfil de empresa precisa ser ainda mais estratégico, minimizando os efeitos causados pelo contexto atual.

A seguir, listamos algumas das medidas que podem ser adotadas para garantir a sobrevivência das pequenas empresas durante esse período. Confira!

Fazer vendas online

Ao mesmo tempo em que as vendas tradicionais, por meios físicos, reduziram significativamente, o cenário das vendas online caminhou no sentido oposto. Hoje, graças aos meios online, aplicativos de entrega de comida, redes sociais, delivery e estratégias similares, muitas empresas estão conseguindo manter as suas atividades e até mesmo crescer. Então, seguir por esse caminho certamente é uma estratégia importante.

Focar naquilo que é mais rentável

Diversificar produtos e serviços é uma ação fundamental para a sobrevivência de qualquer negócio. É hora de ser mais racional, agir com foco e garantir a lucratividade da empresa.

Assim, a recomendação é avaliar todos os produtos, serviços, mercados e o público do seu pequeno negócio, buscando identificar quais garantem a maior rentabilidade. Feito isso, foque as atividades naquilo que é mais rentável. Por exemplo, um restaurante pode retirar do seu cardápio os pratos menos pedidos.

Realizar ações e promoções para não perder mercadoria

Para empresas que lidam com produtos com curto prazo de validade, esse tipo de ação é ainda mais essencial, pois evita o prejuízo com a perda de mercadorias. Além disso, essa estratégia pode estimular as vendas, ajudando o negócio a compor rapidamente o seu caixa, além de liberar capital imobilizado em estoque, até que outras medidas possam ser adotadas para reforçar as atividades.

Realizar entregas com frete grátis ou reduzido

Essa ideia, na prática, funciona como uma espécie de vantagem para o consumidor, o que acaba por estimulá-lo a fazer uma compra, por exemplo. Em muitos casos, o valor do frete se torna até mesmo um fator de escolha para o cliente. Com tantas opções à disposição, especialmente nesse momento, a definição de onde comprar pode pesar bastante as vantagens oferecidas, e o frete é uma delas.

Por fim, diante das inúmeras mudanças causadas pela quarentena, sobretudo na realidade das pequenas e médias empresas, não há como deixar de lado a importância da digitalização dos negócios. Mesmo quando tudo ainda funciona por meio de processos físicos, é preciso ter um suporte por trás para se inteirar com o mundo digital e saber como ele funciona já estar preparado para atender a demanda das pessoas pelos meios digitais. Como visto, a inovação e a tecnologia tem sido a saída para muitos empresas e, certamente, pode ser a da sua também.

Agora que você já conhece algumas das ideias para pequenos negócios vencerem os novos desafios, não pare por aqui. Entenda também como criar um plano de crescimento para a sua microempresa lendo nosso artigo sobre o tema!

Publicada em 08/07/2020 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: