4 motivos para fazer uma boa gestão da base de dados de clientes

Empreenda
gestão da base de dados de clientes

A gestão da base de dados de clientes pode ser significativa para entender o perfil dos consumidores e melhorar os resultados do negócio. Você aplica essa estratégia em sua empresa?

Hoje em dia, com as ferramentas tecnológicas, é possível fazer isso de forma prática e otimizada. Quer entender quais são os benefícios dessa atitude e como você pode gerenciar a base de dados dos clientes? Então, acompanhe este texto!

Qual é a importância da gestão de dados dos clientes?

Ter informações de qualidade sobre os seus clientes se torna positivo para entender o perfil deles, o que pode gerar uma vantagem competitiva e contribuir com o crescimento da empresa. Além disso, a base de dados é útil para:

  • obter informações organizadas;
  • ter dados mais precisos e atualizados;
  • cruzar informações;
  • realizar um atendimento personalizado, de acordo com perfil do cliente;
  • gerar oportunidade para a área de vendas, finanças e marketing;
  • ter mais segurança nas vendas.

Além de coletar informações, é fundamental saber como analisá-las para identificar oportunidades de negócio, estabelecer políticas de pagamento, entre outras situações.

Por que você deve fazer a gestão da base de dados dos clientes?

A gestão da base de dados é significativa e pode ser aplicada por empresas de variados portes e segmentos. Com informações de qualidade, você poderá implementar medidas para ter mais sucesso com o negócio.

1. Ajuda a direcionar estratégias

Ao conhecer as necessidades e expectativas dos clientes, a empresa poderá investir em estratégias mais direcionadas de vendas e pagamentos. Por exemplo, se um empreendedor perceber que a maioria dos seus clientes está desempregada, pode adotar condições facilitadas de pagamento para reduzir a inadimplência ou, ainda, oferecer produtos e serviços específicos para esse público.

Outra vantagem é que você consegue entender quais são as preferências dos seus clientes, o que permite aplicar ações para valorizá-los e fidelizá-los.

2. Aumento da chegada de novos clientes

Ao analisar as principais características e interesses do seus consumidores, você pode definir o perfil do cliente ideal e investir em ações mais alinhadas para atrair novos compradores.

A estratégia é vantajosa para entender quais são os melhores canais de divulgação, a linguagem que deve ser priorizada, entre outros pontos. Se bem aplicado, tal fato pode gerar uma maior conquista de clientes com um investimento menor de tempo e dinheiro.

3. Expansão dos negócios

A base de dados de clientes não é vantajosa apenas para entender o perfil deles. Ela também se torna uma ferramenta para ampliar a atuação da companhia.

Ao analisar o perfil dos seus clientes e cruzar esse dado com outras informações do mercado, como possíveis regiões de atuação e concorrência, isso pode contribuir para a tomada de decisões estratégicas, como a implementação de um plano de expansão.

4. Oportunidade de diversificação

Coletar, organizar e analisar dados sobre interesse, hábitos de compras e reclamações ajuda a entender quais são as dores dos clientes e quais produtos, serviços e canais de atendimento podem ser positivos para isso. Dessa forma, a empresa pode identificar oportunidades de negócio e aplicar mudanças com mais segurança.

Quais são as ferramentas que podem ajudar nessa gestão?

O gerenciamento de dados deve ser feito de forma eficiente. Além de obter as informações certas, é preciso garantir que elas estejam atualizadas e saber como analisá-las para que isso favoreça as decisões da empresa.

A coleta de dados pode ser feita de diferentes formas, dependendo dos objetivos e do orçamento da organização. A seguir, separamos alguns exemplos!

Cadastro de cliente

Essa é uma das principais maneiras de conhecer o perfil dos seus clientes. Assim, você pode levantar idade, região de moradia, escolaridade, perfil de compra, entre outros dados.

Ao analisar essas informações, a empresa conseguirá identificar o perfil dos consumidores para aplicar estratégias mais direcionadas para estimular a venda. Entre elas, promoções em itens que eles mais costumam comprar, envio de e-mail marketing com descontos em datas específicas etc.

O cadastro de clientes ainda é muito importante no pós-venda. Dessa forma, se houver algum problema com a entrega ou o pagamento, por exemplo, será possível contatá-lo com mais facilidade.

Dados da carteira de clientes

Ao obter dados atualizados sobre os seus clientes você conseguirá adotar estratégias mais eficientes para atendimento, pagamento, retenção e fidelização.

Uma dica para isso é o Monitore Clientes. Essa solução da Serasa permite acompanhar CPF e CNPJ de clientes e fornecedores para receber avisos em casos de movimentações no documento, identificar a capacidade de pagamento deles e tomar decisões mais acertadas, reduzindo riscos do negócio.

Google Analytics

Essa ferramenta do Google é uma das soluções mais populares quando se fala em análise de dados, especialmente, para companhias que trabalham com e-commerce ou que investem em marketing digital.

Ela é útil para acompanhar o tráfego do site, analisar o comportamento dos usuários, o tempo de permanência, as páginas mais visitadas, o alcance das redes sociais, entre outras informações. Ao levantar dados sobre o perfil e o comportamento dos visitantes, a empresa pode aplicar mudanças para melhorar a presença online e atrair o público-alvo.

Vale destacar que ter uma boa base de dados leva tempo, já que o processo para coletá-los pode ser demorado. Também é fundamental investir em um sistema para organizar essas informações, categorizá-las, segmentá-las e mantê-las atualizadas. No mercado, existem diversas soluções para isso. Analise as opções para identificar qual é a mais indicada à realidade da empresa.

Outro ponto de atenção é quanto à segurança dos dados. De acordo com a Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais, a LGPD, as organizações não podem coletar dados sem o consentimento do titular e sem informar a finalidade disso. Também é preciso investir em medidas de segurança para evitar o vazamento dessas informações.

Esses são os principais motivos para fazer uma boa gestão da base de dados de clientes. A estratégia pode trazer uma série de benefícios para a companhia, contribuindo para a atração de clientes e a identificação de oportunidades de negócios. Contudo, é muito importante que esse gerenciamento seja feito de forma adequada.

Gostou do texto? Quer mais dicas para aprimorar o seu negócio? Então, cadastre a sua empresa e conheça as soluções da Serasa para isso!

Publicada em 18/08/2021 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: