Solopreneur, empreendedor solo ou autônomo: como é empreender sozinho?

Dia a dia
empreendedora sozinha lendo livro muito concentrada

Investir em um negócio e ter o poder de conduzir a própria carreira é o sonho de muitas pessoas. E quando alguém decide se arriscar sozinho como empreendedor é chamado de solopreneur, ou seja, uma única pessoa é a responsável por criar o negócio, traçar as estratégias e fazer todo o gerenciamento necessário.

O desafio é grande, afinal, abrir uma empresa, por menor que seja, exige muita dedicação e quando isso não pode ser compartilhado, o profissional poderá se sentir sobrecarregado. Por outro lado, o empreendedor tem toda a liberdade para tomar decisões, criar um planejamento que esteja 100% de acordo com suas ideias e trabalhar, realmente, em um projeto que acredita.

Abaixo, listamos os principais desafios encontrados por quem decide empreender sozinho e como eles devem ser encarados. Confira!

Administrar o tempo e as diversas tarefas

Trabalhar sozinho, muitas vezes, pode significar ter um expediente maior do que o de 8 horas diárias. Principalmente no começo, a dedicação terá que ser total, ainda mais porque todas as atividades estarão centralizadas no solopreneur.

Diante dessa realidade, a dica é sempre tentar ser o mais produtivo possível. Crie uma agenda com a rotina de todos os dias, assim, seguindo um cronograma e sabendo a ordem com que as tarefas precisarão ser executadas, o tempo será melhor administrado.

Para dar conta de tudo no prazo certo, é essencial ser organizado e cuidar para que as atividades sejam feitas seguindo uma ordem de prioridade. Uma alternativa que pode ajudar a otimizar o dia a dia é o uso de softwares específicos para a gestão de negócios.

Essas soluções são perfeitas para organizar os compromissos, envio de notificações, criação de planejamento, entre outras tarefas que fazem parte da rotina corporativa. Quando bem usados, os recursos tecnológicos dinamizam as tarefas e, muitas vezes, podem significar economia de tempo de dinheiro.

Gerenciar diferentes áreas e assuntos

De acordo com preferências pessoais e habilidades, o mais comum é que as pessoas escolham se especializar profissionalmente em determinada área. No entanto, o empreendedor não pode ter esse tipo de limitação e, mesmo que tenha estudado para seguir uma profissão específica, terá que aprender a gerenciar os diferentes setores de uma empresa.

Do marketing ao departamento pessoal, todas as decisões terão que ser pensadas e executadas por uma pessoa. Para ter sucesso, o empresário precisa aprender a ter uma visão ampla do negócio, entendendo a importância e os desafios com os quais cada setor precisa lidar e resolver.

Claro que todas as áreas têm sua importância e precisam ser desenvolvidas, mas lembre-se também de focar na gestão financeira. Afinal, sem conseguir gerenciar os recursos recebidos e gastos, dificilmente a empresa conseguirá seguir seu planejamento. Aprimorar a área financeira é um desafio necessário para aqueles que vislumbram um negócio operando e crescendo a longo prazo.

Aprender a tomar decisões sozinho

Tanto na vida pessoal quanto profissional, muitas vezes necessitamos de uma segunda opinião antes de tomar decisões importantes. Ter uma ideia aprovada por outra pessoa pode nos trazer a sensação de que estamos seguindo no caminho certo, especialmente quando é preciso lidar com novos assuntos.

Para não se sentir inseguro por conta das decisões e também pela necessidade de encarar o trabalho sozinho, o ideal é sempre tentar aprender com pessoas experientes e que, até mesmo, já passaram por situações parecidas. Elas não precisam fazer parte da empresa, mas podem pertencer ao seu círculo de amizades ou familiar, por exemplo.

Com as facilidades trazidas pelos recursos tecnológicos, hoje, é muito mais fácil adquirir conhecimento em qualquer lugar, seja no trabalho ou mesmo em casa. Use essas ferramentas a seu favor para conhecer mais sobre os assuntos com os quais precisa lidar.

Contar com outras opiniões é interessante, mas lembre-se de que você é o responsável por todas as decisões do negócio. Além do mais, a falta de experiência não será mais um problema a partir do momento em que você tiver um bom nível de conhecimento, ou seja, procure sempre estudar e melhorar suas habilidades.

Conquistar os primeiros clientes

Empreendedor negro cumprimentando seu cliente
Primeiro cliente ninguem esquece
Conseguir os primeiros clientes é um desafio para qualquer empresa, até mesmo para aquelas que contam com uma estrutura maior de trabalho. Para começar, trace o perfil do seu público-alvo, assim, será muito mais fácil criar ações de marketing e comunicação direcionadas aos consumidores certos.

Aproveite a eficiência e flexibilidade das estratégias de marketing digital para chegar aos seus potenciais clientes. Redes sociais, e-mail marketing e anúncios patrocinados são algumas das ferramentas que podem ser exploradas, de acordo com estratégias bem definidas.

O ponto positivo do marketing digital é a possibilidade de mensuração dos resultados, praticamente, em tempo real. E caso alguma estratégia não evolua como o esperado, mudanças podem ser feitas a qualquer momento.

Escolher prioridades e planejar

Todos os empreendedores concordam que planejamento é a chave para o sucesso do negócio, no entanto, muitos têm dificuldade em reconhecer quando é o momento certo para colocar os planos em prática. A cada momento, cada área precisará ser tratada com maior prioridade, de acordo com o desenvolvimento da empresa.

Esteja sempre atento às necessidades de cada setor e, no começo, priorize a criação de um plano de negócio e a estruturação de todas as operações. Algo a se fazer além do planejamento é a definição de objetivos, tanto a médio quanto a longo prazo.

Com o estabelecimento de objetivos reais, a produtividade estará voltada para o desenvolvimento da empresa e se tornará mais eficiente. Crie metas que devem ser cumpridas semanalmente, mensalmente e anualmente.

Estar motivado todos os dias

criança fingindo ser um super herói com o punho para o alto, super alegre e motivada
Motivação é essencial
Mesmo que seja um negócio próprio, em que não será preciso seguir as orientações de outra pessoa, nem sempre será fácil manter um alto nível de motivação todos os dias. Isso acontecerá por conta dos inúmeros desafios, desde aqueles em que é preciso ter criatividade para resolver até as atividades burocráticas.

Manter a automotivação é essencial para que a rotina não se torne estressante e atrapalhe o rendimento do empreendedor. Encarar o trabalho com otimismo e acreditar que mesmo as péssimas situações podem ser revertidas é o primeiro passo para garantir um ambiente de trabalho saudável.

As dificuldades existem tanto para o solopreneur quanto para aqueles que trabalham em grupo. Então, foque na produtividade, aprendizado de novas habilidades e nos motivos que o levaram a vislumbrar um negócio próprio.

E se você gostou deste conteúdo, não deixe de compartilhar entre sua rede de contatos e amigos nas redes sociais!

Publicada em 05/11/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: