6 dicas práticas de liderança em MEs

Gestão

Você finalmente decidiu ir atrás dos seus sonhos, tornou-se Microempreendedor Individual (MEI) ou Microempresário (ME) e agora está começando a montar seu próprio negócio. Até agora, tudo parece estar seguindo no caminho certo. Mas será que você sabe o que é preciso para ter uma liderança de sucesso?

Muitas pessoas criam um certo receio de empreender por conhecerem casos que não terminaram tão bem. Que tal aprender com os erros dos outros para não comprometer seus próprios resultados? Sabia que muitos desses fracassos poderiam ser evitados com a adoção de algumas atitudes gerenciais simples?

A verdade é que uma empresa precisa ser encarada com seriedade e comprometimento. E isso vale tanto para o planejamento financeiro quanto para o quadro de funcionários. Curioso para entender melhor? Confira agora mesmo 6 dicas valiosas para evitar equívocos e aprimorar sua liderança em MEs!

1. Comece por um bom recrutamento

faca-um-bom-recrutamento-de-pessoas-contrate-bem -liderança em ME e MEI-2
Um bom recrutamento é o primeiro passo para a liderança

Antes de mais nada, você precisa fazer uma excelente seleção de colaboradores para sua liderança em MEs já começar com o pé direito. Você pode até escolher trabalhar com familiares e amigos, mas desde que tenha certeza de que eles serão as melhores pessoas para sua equipe. Pense: se não fossem seus amigos ou parentes, você os contrataria?

Para não ter problemas no futuro e acabar se decepcionando com o empreendedorismo, é fundamental saber que tipo de profissional você está procurando. Formou seu quadro ideal de funcionários? Ótimo. Mas trate de continuar investindo na equipe, ok? Promova capacitações e incentive os colaboradores a fazerem cursos para que possam contribuir cada vez mais com os negócios.

2. Aprenda a confiar e delegar

Você por acaso já ouviu falar em microgestão? Sabe quando o chefe não confia totalmente na própria equipe, não delega tarefas e fica acompanhando tudo muito de perto, inclusive executando funções que deveriam ser de funcionários? Por incrível que pareça, esse tipo de gestão é bastante comum. Mas não será para você, combinado? Quando falamos de liderança em MEs, é preciso aprender a delegar.

aprenda-a-confiar-e-delegar-para-os-seus-liberados-lideranca-em-ME-e-MEI
Não faça microgestão – Aprenda a confiar na sua equipe e delegue as tarefas adequadas a cada perfil

Aqui, o tópico anterior vai fazer ainda mais sentido. Afinal, se você não selecionou as melhores pessoas para sua equipe, pode ficar inseguro em repassar tarefas por achar não serão adequadamente executadas. Por outro lado, se você fez uma boa seleção, deixe seus colaboradores trabalharem!

É claro que você ainda pode acompanhar o que estão fazendo e resolver questões com eles, mas sem tomar para si o andamento das atividades. Entenda de uma vez por todas: para ser um bom líder, você deve permitir que sua equipe se desenvolva, dando aos profissionais a dose certa de responsabilidade e autonomia.

3. Evite privilegiar amigos e familiares

Já mencionamos anteriormente os riscos de contratar pessoas levando em conta somente a proximidade que tem com elas. E por mais que isso seja especialmente comum em pequenas ou médias empresas, vamos considerar que os amigos e familiares que selecionou estão lá exclusivamente por sua capacidade.

Se eles receberem o mesmo tratamento que os demais funcionários, perfeito. No entanto, se a equipe começar a perceber que você privilegia alguém da família ou do seu círculo de amizades, sua liderança em MEs ficará prejudicada. Afinal, ninguém gosta de injustiça, não é mesmo?

É importante que todos se sintam no mesmo patamar de igualdade. Se um colaborador percebe que não poderá se desenvolver na sua empresa da mesma forma que um grupo de privilegiados, é mais que compreensível que se desmotive e vá procurar emprego em outro lugar.

4. Saiba oferecer e receber críticas

Dar e receber feedback, críticas positivas e negativas é uma arte que precisa de prática constante.
Dar e receber feedback, críticas positivas e negativas é uma arte que precisa de prática constante.

Pode parecer simples, mas, na prática, não é todo mundo que sabe criticar e ser criticado. Para dar um retorno ao funcionário sobre seu desempenho, não é preciso ser grosseiro, tampouco bonzinho demais. Independentemente do seu perfil, saiba: dá para passar por essa situação com tranquilidade.

Comece pelos pontos positivos, abordando depois o que pode ser aperfeiçoado. Do começo ao fim, mantenha a cordialidade. Além do mais, certifique-se de que essa conversa não será ouvida pelo resto da equipe, para que o colaborador não se sinta inibido.

E agora vem o que para muitos é ainda mais desafiador: receber críticas. Uma boa liderança em MEs deixa os funcionários à vontade para falar. Muitas vezes, por medo de criticar algum ponto, o trabalho de toda a equipe acaba afetado. O ideal, portanto, é saber ouvir o que os colaboradores têm a dizer de forma educada e respeitosa, sem ficar na defensiva ou guardar mágoa. Quando a gestão não reage bem, a porta de comunicação com o time é fechada.

5. Respeite e valorize a equipe

Por motivos óbvios, nenhum colaborador gosta de chefe que grita, humilha ou maltrata. Infelizmente, porém, ainda são muitos os gestores que acreditam que essa é a melhor forma de extrair bons resultados da equipe. Pois esse entendimento equivocado acaba hoje.

Para uma liderança em MEs mais eficaz, os líderes devem repreender maus comportamentos e cobrar resultados sempre com o máximo de respeito. Caso contrário, a motivação da equipe diminui, o que afeta a produtividade no trabalho. Mais uma vez, não se esqueça de ter cuidado com favoritismos, para não gerar tensões.

Lembre-se: valorizar o trabalho dos funcionários é crucial. Bonificações, promoções e cursos de aprimoramento são boas ideias para que eles possam crescer cada vez mais e realmente se sentirem partes importantes da empresa.

6. Mostre sua visão de negócio

Alinhamento dos valores, missão e visão da sua empresa é essencial para manter a equipe alinhada
Conheça completamente o seu negócio

Seus funcionários precisam conhecer a cultura da empresa, incluindo sua visão, sua missão e seus valores. Não adianta, afinal, guardar toda essa informação para si, esperando que os profissionais adivinhem para atender a suas expectativas.

Claro que você não precisa despejar cada detalhe do planejamento em cima dos colaboradores, mas é bom que vocês estejam alinhados em relação aos objetivos que devem ser alcançados e aos valores que todos devem compartilhar. A partir daí, cada pessoa conseguirá compreender a própria função dentro das metas estabelecidas.

A verdade é que construir o caminho rumo a seus objetivos não costuma ser uma missão fácil. Principalmente por isso, é importante ter uma estrutura preparada para os desafios que se apresentarão. Poder contar com uma equipe leal, motivada e capacitada: normalmente, isso já resolve uma parte significativa do percurso.

Por fim, além das dicas que acabamos de dar, é preciso saber se planejar financeiramente e ter metas cuidadosamente definidas para os próximos anos do seu negócio. Procure se organizar adequadamente, contando com o Serasa Empreendedor para ajudar!

Agora que você já conhece ao menos alguns dos principais passos para exercer uma melhor liderança em MEs, que tal dividir essas dicas com seus amigos e colegas? Compartilhe o post em suas redes sociais!

Publicada em 23/05/2018 - Fonte: Serasa Empreendedor
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: