Você sabe como e quando consultar o CPF de um cliente?

Negócios
como consultar cpf

Independentemente do ramo ou do porte do negócio, infelizmente, ele não está livre de consumidores inadimplentes. Por isso, antes de concretizar um acordo, é preciso se prevenir! Diante disso, saber como consultar o CPF de um cliente se torna essencial para realizar vendas mais seguras.

A inadimplência pode causar diversos transtornos para a empresa. Além de afetar o fluxo de caixa e comprometer a saúde financeira, será necessário fazer investimentos em ações de cobrança e recuperação de crédito, por exemplo.

Sendo assim, adotar estratégias como a consulta de CPF de clientes é uma boa solução para reduzir os riscos. Quer entender como fazer isso? Então, continue a leitura, tire as suas dúvidas e fique por dentro do assunto!

Descubra agora se a sua carteira de clientes é saudável

Quando você deve consultar o CPF de um cliente?

Para alcançar o sucesso da empresa, é importante aplicar uma série de estratégias, como planejamento financeiro, plano de negócio, contratação de equipe qualificada, processo de vendas, entre outras medidas. Uma das ferramentas que podem ser significativas para as finanças da companhia é a consulta de CPF ou CNPJ de clientes. A ação é positiva para:

  • avaliar dados cadastrais;
  • analisar perfil financeiro;
  • conferir score de crédito;
  • definir formas de pagamento mais alinhadas com o perfil do cliente;
  • reduzir risco de inadimplência;
  • evitar fraudes.

Uma pesquisa rápida e fácil sobre o perfil do cliente antes de concretizar uma venda pode dar informações úteis para você realizar acordos mais seguros e evitar dor de cabeça no futuro, com problemas de atraso e inadimplência.

Qual é a frequência de consulta?

A companhia deve estabelecer uma política de vendas para definir a frequência de consulta ao CPF. O processo pode ser feito somente em caso de novos clientes, dependendo do valor da compra, entre outras situações.

Contudo, se possível, é recomendado que a consulta seja feita antes de toda venda. Assim, a empresa obtém dados atualizados sobre a situação financeira do cliente e pode definir a melhor forma de pagamento para evitar qualquer complicação.

Como consultar o CPF de um cliente?

Se você tem dúvidas sobre como consultar CPF de cliente, saiba que isso é bastante simples e pode ser realizado por negócios de todos os portes. O processo deve ser feito junto a um birô de crédito, já que esses locais têm acesso às informações financeiras dos consumidores.

Um ponto relevante é que, ao pesquisar o documento do seu cliente, é necessário buscar um órgão confiável, pois a qualidade e a confiabilidade das informações pode variar de um local para outro. A Serasa Experian, por exemplo, tem um amplo banco de dados sobre o comportamento financeiro dos consumidores, o que possibilita relatórios precisos para auxiliar a sua empresa na tomada de decisão.

Quais são as informações a serem observadas?

Ao fazer a consulta ao documento do cliente, dependendo do pacote contratado, você terá acesso a uma série de informações. É importante conhecer e analisar cada uma delas com cuidado para definir o risco da venda e adotar a estratégia mais adequada. As principais são:

  • dados cadastrais: avalie se as informações fornecidas pelo cliente batem com o que está indicado na consulta. É fundamental ter esses dados atualizados para entrar em contato em caso de inadimplência ou outros imprevistos. Além disso, conferir esse item com atenção pode reduzir o risco de fraude;
  • observe a situação do CPF: se o documento do cliente está negativado, significa que ele teve dificuldades em arcar com despesas anteriormente, o que pode ser um risco para o seu negócio. Nesse caso, se você optar por realizar a venda, o mais indicado é solicitar o pagamento à vista ou com cartão de crédito;
  • analisar o score de crédito: empresas que vendem em sistema de crediário devem dar atenção a esse item. Essa pontuação indica a capacidade de pagamento da pessoa e o risco de inadimplência. Quanto mais alto o score, menor é o risco para o acordo.

Como utilizar as soluções da Serasa Experian?

A Serasa Experian oferece soluções completas para garantir a segurança e a saúde financeira do seu negócio. Uma delas é a consulta Serasa, que permite analisar o CPF ou CNPJ dos seus clientes para tomar decisões acertadas no momento da venda. A consulta do CPF é feita de forma facilitada e os principais passos para isso são:

  • preencher o cadastro na plataforma;
  • fazer a contratação da quantidade de consulta e tipo de relatório (é possível adquirir créditos de consulta e utilizá-los ao longo dos meses);
  • informar o CPF para a pesquisa;
  • avaliar os dados.

Na plataforma, você encontrará quatro tipos de relatórios para avaliar o perfil dos consumidores. Assim, antes de fazer a consulta, é preciso definir qual é o ideal para a situação. Veja, a seguir, as principais diferenças:

  • confirmação cadastral: você terá acesso a dados como nome, data de nascimento, endereço, telefone e faixa de poder aquisitivo;
  • identificador de dívidas: nesse relatório, além dos dados cadastrais, é possível descobrir se o dono do CPF tem dívidas anteriores e a situação do documento na Receita Federal;
  • consulta intermediária: disponibiliza informações mais completas, como score positivo, existência de dívidas em bancos e empresas, cheques devolvidos, protestos, entre outros dados;
  • consulta completa: é recomendada para negócios de alto risco. Nessa pesquisa, você terá um relatório detalhado e, além das informações dos documentos anteriores, poderá avaliar falências e ações judiciais, consultas à Serasa e SPC e participações em companhias.

Além de conferir o documento de seus clientes, sabia que você pode analisar o seu CNPJ? A atitude é positiva para entender qual é o perfil financeiro da empresa perante o mercado, adotar estratégias para aumentar o score e conseguir melhores condições de pagamento em acordos futuros.

Essas são as principais dicas sobre como consultar CPF de clientes. O processo é simples, mas contribui, e muito, para as finanças do negócio. Dessa forma, você reduz os riscos nas vendas e evita problemas causados pela inadimplência.

Gostou de saber mais sobre o assunto e deseja aplicá-lo na sua empresa? Então, acesse o nosso site e veja os diferenciais da Consulta Serasa!

Publicada em 04/05/2021 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: