Cliente com nome sujo: 5 cuidados ao consultar a situação do CPF

Crédito
consultar situação do cpf

Se você tem uma pequena ou média empresa, mas ainda não tem o hábito de consultar a situação do CPF dos seus clientes, precisa adotá-lo o mais rapidamente possível. Afinal, o procedimento é fundamental para aumentar a probabilidade de se fechar ótimos negócios e, principalmente, evitar inadimplência.

Isso porque se trata de uma maneira efetiva de ampliar a margem de segurança das vendas de maior valor realizadas pela sua organização. Para que sua empresa diminua o risco de crédito, entretanto, tal verificação deve ser efetuada com calma, agilidade e precisão. Na verdade, o sucesso da consulta depende consideravelmente de determinadas práticas, as quais comentaremos a seguir.

Quer saber como consultar a situação do CPF de um jeito objetivo e realmente eficaz? Confira 5 dicas, a partir de agora!

1. Confira a situação cadastral

Ao avaliar a situação cadastral do CPF de seus consumidores e clientes, você obtém, instantaneamente, um conjunto de dados referentes às finanças de todos eles. De acordo com a qualidade da consulta oferecida, é possível ter acesso a diversos eventos negativos relacionados àquele cadastro de pessoa física em particular.

Fechar uma venda de alto valor é o sonho de qualquer vendedor e gestor. Porém, na hora de parcelar uma transação financeira de alto porte, todo cuidado é pouco. Nesse sentido, o relatório atrelado à situação cadastral deixa claro qual é o risco de cada novo negócio. A partir do momento em que a consulta de CPF se torna rotina dentro da empresa, a possibilidade de calote reduz bastante.

2. Verifique a existência de dívidas

Um dos pontos mais relevantes da análise do CPF do cliente consiste na existência ou não de pendências financeiras. Mas antes de somente contabilizar os atrasos de pagamentos, atenha-se, principalmente, aos valores envolvidos.

Outro fator importante vinculado à identificação de dívidas é a quantidade de dias em que elas permaneceram ativas. O mesmo raciocínio se aplica a eventuais protestos inerentes ao título em questão.

Igualmente determinante para uma boa consulta da situação cadastral dos clientes é o tipo de credor. Basta salientar que as dívidas geradas por empréstimos tomados junto a bancos ou quaisquer outras instituições financeiras merecem atenção especial.

Tal constatação se deve ao fato de que, na maior parte das vezes, os atrasos associados a essas instituições acarretam a multiplicação do saldo devedor em pouco tempo. Entre outras coisas, isso significa que o risco de o indivíduo inadimplente perder o controle sobre a dívida é considerável.

Caso haja mais de um débito ligado a financeiras, a preocupação deve ser ainda maior, pois o dado indica a possível existência de um empréstimo para pagar algum anterior. Conclusão: o que parece ser mais uma simples venda para esse tipo de cliente tende a se transformar em uma operação completamente arriscada. O grau de risco sempre deve vir antes da promessa de pagamento — tudo o que a empresa tem em mãos, enquanto o dinheiro não cair na sua conta.

3. Avalie o Serasa Score e o Cadastro Positivo

Em meio a todo esse processo de avaliação do status de CPFs, o Serasa Score aparece como um grande facilitador e aliado. Baseada na exibição de uma pontuação que vai de 0 a 1000, a ferramenta deixa a consulta mais prática. A quantidade de pontos atribuídos a cada consumidor varia, de acordo com a união de uma série de dados relativos ao seu histórico financeiro individual, como:

  • movimentações financeiras realizadas nos últimos meses;
  • volume de pagamentos concretizados;
  • informações extraídas dos birôs de crédito.

Essa solução da Serasa Experian mostra, de forma didática (em números), qual é a chance de determinada concessão de crédito vir a ser um transtorno. Para proporcionar um índice de confiança no consumidor que seja identicamente confiável, o Serasa Score leva em conta:

  • dívidas que ocasionaram a negativação do CPF;
  • frequência e intervalo dessas negativações;
  • registro de cheques sem fundo emitidos em nome do cliente;
  • pagamentos realizados, mas com atraso;
  • abertura e dívidas ativas e extrajudiciais.

Há, ainda, outro detalhe que favorece o poder de análise desse mecanismo: o cadastro positivo. Com o último, a pontuação propiciada ao consumidor ganha em termos de minúcia e acuracidade. A partir do momento em que um cliente autoriza a exibição de seu cadastro positivo às empresas, fica muito mais fácil atestar seu comprometimento com o pagamento regular de suas contas.

Na prática — desde que o mesmo cliente seja, de fato, um bom pagador —, a autorização contribui para o aumento do índice do Serasa Score. Após cruzar essa informação com os demais dados mencionados há pouco, a solução aprimora a tomada de decisão, além de torná-la mais veloz.

4. Procure identificar o roubo ou extravio de documentos

Infelizmente, a fraude em documentos é uma realidade comum e com a qual toda organização (não só brasileira) precisa lidar. Para isso, você precisa ter à disposição mecanismos capazes de confirmar a veracidade dos dados pessoais apresentados pelos clientes. Uma dessas soluções é o Consulta Serasa.

Trata-se de mais uma ferramenta desenvolvida especificamente para a análise de CPF e CNPJ — tanto de clientes quanto de fornecedores. No que diz respeito à confirmação da autenticidade documental, o dispositivo conta com um sistema de alerta, acionado quando houver suspeita de fraude.

5. Reconheça a importância de monitorar os seus clientes

Além de saber quando consultar CNPJ e CPF dos seus clientes, também é preciso utilizar um bom método de monitoramento. Essa modalidade de serviço emite, em tempo real, notificações motivadas por modificações no cadastro de parceiros ou clientes.

Em outras palavras, você fica a par de todas as atualizações relevantes para seu negócio. Naturalmente, elas estão relacionadas ao aparecimento de novas dívidas vencidas, inclusão de protestos e entrada de cheques destituídos de fundos. No caso do monitoramento de CNPJ, é possível, inclusive, ficar ciente quanto a pedidos de recuperação judicial.

Ao considerar todos os 5 cuidados levantados anteriormente, certamente você estará pronto para consultar a situação do CPF de seus clientes com maior perícia. Afinal, nossas orientações são essenciais para que todo o processo de avaliação cadastral seja concluído de modo detalhado e seguro.

Quer saber como efetuar essas consultas de CPF mais precisas? Confira, agora mesmo, as vantagens que as soluções da Serasa Experian oferecem a você!

Publicada em 04/01/2021 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: