Como começar um negócio: conheça o passo a passo

Empreenda
como começar um negócio

Como começar um negócio? Essa é uma pergunta frequente que permanece na mente de milhares de pessoas que sonham em ter sua própria PME (pequena e média empresa). Antes de tudo, é necessário considerar todos os detalhes que antecedem o primeiro dia de sua abertura.

Nesse sentido, você precisa estudar o mercado e descobrir quais são as principais tendências. Desse modo, fica a par de quais são os negócios em alta, o que aumenta suas chances de vitória.

O problema é que, em meio a tantas possibilidades, ficar um pouco perdido e indeciso é algo muito comum. Mesmo entre aquelas que aparentam ser mais interessantes do que as outras, talvez você fique em dúvida quanto ao que vale mais a pena.

Para facilitar sua vida, estamos aqui não só para filtrar algumas excelentes opções de negócios de sucesso. Aproveitamos, também, para exibir o passo a passo de como montar sua empresa do zero.

Continue com a gente e fique por dentro de todos esses aspectos!

Que tipo de negócio abrir?

Quem nunca teve essa dúvida na vida? O desejo de, finalmente, ter uma empresa só sua passa pela necessidade de definir o segmento de mercado. Ao contrário do que se imagina, nem é necessário ter muito dinheiro para começar. A seguir, separamos algumas alternativas que merecem ser observadas com atenção.

Serviços em casa

Para provar que o capital inicial não é exatamente um obstáculo à sua empreitada, basta observar a variedade de serviços realizados a partir do conforto do lar. Não se trata apenas de fazer renda extra, e sim, de montar uma organização estruturada para funcionar aí mesmo, na sua casa.

Tudo isso só é possível por conta do progresso da tecnologia, o que, entre outras coisas, acelerou o avanço da transformação digital. Para quem deseja abrir o próprio negócio, o cenário não poderia ser mais extraordinário.

Como primeiro exemplo, temos o setor de alimentação. Nesse ramo, uma das tendências mais marcantes dos últimos anos está atrelada à criação de pratos saudáveis. Pensando em nichos promissores, a gastronomia vegana se destaca, seja pelo diferencial de suas receitas, seja pela maior adesão do público à filosofia que sustenta esse tipo de culinária.

Independentemente do fato de você comer carne ou não, o ponto mais relevante consiste em encontrar uma forte demanda. A partir daí, resta saber como satisfazê-la da melhor maneira possível e de modo único, diferenciando-se da concorrência.

Se cozinhar não é sua praia, que tal investir em uma empresa ligada ao artesanato e itens decorativos? Com uma loja virtual própria ou via utilização de uma plataforma de marketplace, essa é outra ideia de negócio que pode proporcionar vendas online surpreendentes.

Lembranças de casamentos, cadernos de anotações personalizados, confecção de peças de tricô ou crochê. Essas são apenas algumas possibilidades de um artesanato cada vez mais inovador, que vem encantando muitos consumidores pela internet.

Consultoria

Caso você tenha especialização em uma das diversas áreas que regem o funcionamento de uma organização, você também pode investir no setor de consultoria empresarial. Aqui, o céu é o limite, já que a variedade é grande.

Essa versatilidade é ótima, pois é possível prestar serviços de consultoria para os setores de:

  • marketing;
  • Recursos Humanos;
  • contabilidade;
  • tributos;
  • logística;
  • finanças;
  • Tecnologia da informação (TI).

Essas são somente algumas opções. Além disso, há consultorias dedicadas exclusivamente a determinados nichos, como o já mencionado ramo gastronômico.

O importante é direcionar sua empresa para um segmento que esteja com projeção de crescimento e expansão acima da média para os próximos anos. Esse é um indício de que haverá maior oferta de trabalho. Outra estratégia consiste em concentrar os esforços em setores ainda pouco explorados pelas empresas de consultoria do mercado.

Criações próprias

A criação de produtos inovadores e customizados também merece entrar na sua lista. Você pode, por exemplo, montar uma empresa voltada ao desenvolvimento de softwares e aplicativos.

Embora a tendência seja de que a tecnologia fique cada vez mais em alta daqui para a frente, existem outras criações próprias que rendem bons lucros. Há quem invista na estilização de móveis, por exemplo.

No caso, a empresa produz peças com entalhes quase exclusivos, de acordo com o pedido de cada cliente. Trata-se de um trabalho complexo, mas, por isso mesmo, com elevado poder de valorização no mercado.

Revenda

Para revender algo e lucrar com a atividade, basta acertar na escolha dos itens. Ao realizar uma busca, você rapidamente se depara com inúmeros caminhos a serem seguidos. Aqui, separamos algumas mercadorias que costumam chamar a atenção de diferentes perfis de público:

  • produtos eletrônicos;
  • itens de perfumaria e cosméticos;
  • roupas;
  • livros.

Quais negócios dão mais dinheiro?

Tudo isso é muito legal, mas talvez você esteja se perguntando quais desses negócios são mais lucrativos. Essa não é uma pergunta fácil de ser respondida, uma vez que o mercado é dinâmico. O que ajuda a pensar no assunto é a grande procura e a especificidade daquilo que você entrega a ele.

No ramo de consultorias, por exemplo, aquelas voltadas à elaboração de estratégias de marketing digital permanecem em evidência por conta da demanda. Se você está inclinado a revender produtos, apostar na aquisição de itens importados e difíceis de serem encontrados também é uma solução.

Como começar um negócio do zero?

Após selecionar o tipo de empreendimento, você precisa seguir algumas etapas praticamente obrigatórias para que as ideias saiam do papel. A primeira delas consiste na criação de um plano de negócios, o qual engloba os seguintes pontos:

  • segmentação de clientes;
  • proposta de valor;
  • canais (comunicação, vendas e distribuição);
  • relacionamento com clientes;
  • origem dos recursos;
  • fontes de receita;
  • atividades-chave;
  • parcerias-chave;
  • estruturação dos custos.

Com essa base, o processo já se torna significativamente mais fácil. As etapas seguintes são:

  • elaboração de um planejamento estratégico;
  • teste e validação da ideia — antes de investir pesado e lotar o estoque, experimente vender alguns itens e analisar a verdadeira aceitação do público-alvo;
  • controle os processos — fique de olho no desempenho das tarefas realizadas diariamente e busque otimizá-las com o auxílio de ferramentas de gestão;
  • realização de parcerias estratégicas — saber como escolher bons fornecedores, por exemplo, é vital.

Ao seguir esses passos, você terá em mãos uma empresa bem estruturada e pronta para desenvolver seu próprio ritmo de crescimento. Agora que você já sabe como começar um negócio, resta se inteirar a respeito de algumas novidades relacionadas às opções de pagamento disponibilizadas aos seus clientes.

Falando nisso, veja como o WhatsApp Pay funciona!

Publicada em 18/05/2022 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: