Dicas Serasa Experian: como capacitar funcionários em home office

Dicas
home office

Vivemos um momento delicado que exige superar muitas barreiras impostas pela nova dinâmica da economia. As pessoas estão trabalhando de home office, os gestores precisam liderar funcionários à distância e as metas de vendas e resultados continuam batendo à porta. Exatamente por isso, queremos ajudar a sua empresa a enfrentar esses desafios. E essa jornada passa por métodos e boas práticas para capacitar funcionários em tempos de trabalho remoto.

Foi isso que o Kelson Fernandes, gerente executivo de RH da Serasa Experian, mostrou em uma Live que aconteceu no nosso Instagram. Ele dividiu com empreendedores de pequenas e médias empresas um pouco de sua experiência a respeito de treinamentos de colaboradores. Mas, principalmente, contou como fazer isso enquanto os funcionários estão trabalhando em home office. Confira os principias tópicos abordados pelo especialista em recursos humanos da Serasa Experian.

Importância de capacitar funcionários de pequenas e médias empresas

  • Pessoas melhor capacitadas tendem a desempenhar melhor as suas atividades. Ou seja, provavelmente o seu negócio vai ter melhores resultados se você tiver um grupo de pessoas bem treinadas trabalhando com você.
  • O mundo tem mudado cada vez mais rápido e as empresas precisam acompanhar esse ritmo. Isso significa que, para um negócio prosperar e sobreviver, ele precisa ser altamente adaptável e estar em constante evolução. É impossível ter um negócio com essas características se você não tem um grupo de pessoas com esse perfil. Por isso, isso precisa ser parte da cultura da sua empresa.
  • Capacitação motiva as pessoas. Fala-se cada vez mais de fatores que fazem alguém se sentir engajado e comprometido com a empresa em que trabalha. E a percepção de que você está se tornando bom em alguma coisa é fundamental para isso. Fora que, pessoas motivadas também tendem a gerar melhores resultados.

Como PMEs têm capacitado à distância seus colaboradores

Num mercado tão amplo como o de pequenas e médias empresas, existem inúmeros modelos de treinamento. Mas de uma forma geral, um desafio comum das PMEs é manter pessoas ou áreas dedicadas exclusivamente ao tema de capacitação, seja ela remota ou presencial.

Negócios que envolvem alguma atividade mais técnica ou especializada talvez tenham algo mais estruturado, mas de forma geral, o foco das capacitações acaba sendo na aprendizagem de tarefas mais imediatas que o negócio exige.

Mas o que isso quer dizer?

Se você possui uma empresa do ramo alimentício, por exemplo, como uma pequena rede de restaurantes, possivelmente investirá na capacitação dos cozinheiros. E está agindo certo ao fazê-lo, afinal, essa é uma atividade central para o sucesso do seu negócio. Entretanto, além dessas necessidades imediatas, uma boa estratégia de treinamento deve fazer parte da cultura da empresa, envolvendo todos os colaboradores e 100% das áreas. Isso pode fazer a diferença entre um negócio com resultados medianos e um negócio com crescimento destacado.

Como colocar a capacitação remota em prática

Uma maneira simples e funcional de realizar treinamentos à distância em pequenas e médias empresas é aproveitar o conhecimento interno dos próprios funcionários. Essas pessoas podem ser encaradas como multiplicadores internos.

Se alguém da sua empresa tem bastante conhecimento em Excel, convide-a para dedicar algum tempo compartilhando seu conhecimento com os colegas. Você pode inclusive usar esse convite como uma forma de reconhecimento. Afinal, qualquer profissional gosta de ser reconhecidos por algo que faz bem.

Outra sugestão é criar pequenos grupos, compostos por pessoas com interesses comuns e que podem evoluir juntas. Através do Whatsapp ou Telegram, por exemplo, elas podem trocar dicas, ideias e informações.

Esteja atento também à variedade de conteúdos disponíveis na Internet em plataformas como Youtube, Wikipedia, Coursera ou Udemy. É possível encontrar muita coisa legal e gratuita ou com um custo bem acessível.

Comece ajudando as pessoas a terem clareza sobre a necessidade e benefícios da aprendizagem contínua

Depois que seus funcionários entenderem a importância dos treinamentos, ajude-as a se conectarem entre si, colocando em prática as dicas do tópico anterior. Feito isso, reflita sobre o que funcionou e o que não deu muito certo para, posteriormente, entrar em temas mais complexos.

Por exemplo: se você está no varejo e neste momento está focando em vendas online, pode começar focando a capacitação remota de sua equipe nos produtos que vende. Depois, pode passar para temas como qualidade de atendimento, experiência de consumidores, vendas online, e assim por diante.

Para finalizar, as três dicas de ouro da capacitação remota

  1. Passar muito tempo parado na frente de uma tela de computador ou celular costuma cansar mais rápido do que em treinamentos presenciais. Por isso, procure fazer capacitações curtas. Se presencialmente você levaria quatro horas, pense em quebrar o tema em três ou mais seções.
  2. 2. Use a tecnologia a seu favor, criando momentos divertidos e dinâmicos. Abra espaço para as pessoas falarem, responderem perguntas e debaterem. Além disso, tente variar o formato do conteúdo, com vídeos, artigos para leitura e exercícios práticos.
  3. Crie desafios! E, se possível, dê recompensas aos participantes – lembrando que recompensa não precisa ser financeira. Muitas vezes, apenas um reconhecimento público de alguém que se destacou já pode ajudar a dar mais dinamismo.

Aproveite e leia também:

Os segredos para melhorar a gestão de pessoas à distância

Como garantir uma boa experiência aos clientes com atendimento remoto

Por que funcionários capacitados contribuem mais pelos resultados da sua empresa

Além de todas as dicas do gerente de RH da Serasa Experian Kelson Fernandes, é importante frisar que colaboradores em home office tendem a ser mais produtivos do que se estivessem no escritório. É o que revela o relatório State of Remote Work de 2019. Nele, mais de 80% dos entrevistados afirmaram que, quando trabalham remotamente:

  • Sentem-se mais confiantes;
  • Sentem-se menos estressados;
  • Sentem-se mais capazes de gerenciar conflitos entre vida pessoal e profissional.

 

 

Publicada em 06/05/2020 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: