Cadastro Positivo: quais são os benefícios para o comércio?

Negócios
Cadastro Positivo

A inadimplência é um problema sério para o comércio varejista. Quebra no fluxo de caixa, dificuldade de honrar os pagamentos, prejuízos e desgaste no relacionamento com clientes, fornecedores e parceiros são algumas consequências das dívidas em atraso. O Cadastro Positivo entra nesse contexto para melhorar a gestão de risco de crédito e aumentar as possibilidades de novos negócios, abrindo as portas para concessões mais justas.

Sabe por quê? Porque a solução mostra todo o histórico de pagamentos e compromissos assumidos por pessoas físicas e jurídicas, e não apenas os dados de inadimplência. É uma espécie de “atestado” de bom pagador que facilita o acesso ao crédito e garante consultas mais completas sobre os hábitos financeiros do consumidor.

Se interessou pelo tema e quer entender melhor como funciona o Cadastro Positivo para o comércio? Continue a leitura que vamos explicar tudo sobre o assunto.

Cadastro Positivo: o que é?

O Cadastro Positivo é um banco de dados com informações completas sobre o histórico financeiro de pessoas físicas e jurídicas. Diferentemente do cadastro de inadimplentes que mostra apenas se o nome está negativado junto à Serasa Experian no momento da consulta, o Cadastro Positivo exibe informações mais completas com dados de pontualidade que podem testemunhar a boa reputação do cadastrado.

Por exemplo: imagine que o seu negócio contraiu um empréstimo. No Cadastro Positivo aparecem elementos como:

  • valor do financiamento;
  • número de parcelas;
  • valor de cada prestação;
  • data de vencimento;
  • dia em que cada boleto foi pago.

Ou seja, é uma espécie de histórico financeiro que mostra os hábitos de pagamentos de pessoas e empresas.

Conhecimentos sobre cartão de crédito, contas de energia, água, internet, TV por assinatura e outros pagamentos também entram nesse banco de dados. E são as próprias empresas das quais o cliente tem relacionamento que compartilham as informações com os birôs de crédito responsáveis por gerenciar o Cadastro Positivo, como a Serasa Experian.

A solução foi criada em 2011 e, naquela época, o consumidor precisava pedir para ser incluído no banco de dados. A partir de 2019, com a Lei Complementar 166, os gestores estão autorizados a abrir o cadastro com informações de adimplência de forma automática. No entanto, se o titular do CPF ou CNPJ não quiser fazer parte do banco de dados, basta pedir o descadastramento.

Vale ressaltar que a privacidade de dados é garantida e informações excessivas ou sensíveis não entram no cadastro como salário, faturamento, saldo da conta bancária ou de investimentos, limite do cartão de crédito, detalhamento de consumo, entre outros. Portanto, não há razão para ter medo de inserir o negócio no banco de dados.

No caso da operadora de cartão de crédito, por exemplo, as informações compartilhadas são a respeito do valor da fatura fechada, data de vencimento, dia do pagamento e o valor pago. O que a pessoa ou empresa compra não importa.

Para quem o Cadastro Positivo é indicado?

Para qualquer pessoa física ou jurídica que deseja ter acesso ao mercado de crédito. Consumidores finais e empresas podem usar as informações contidas no banco de dados em seu próprio favor para gerar diversas oportunidades.

De acordo com um levantamento feito pela Serasa Experian, cerca de 137 milhões de brasileiros podem se beneficiar com o Cadastro Positivo. Os profissionais autônomos que não conseguem comprovar renda, por exemplo, podem ter acesso a soluções de crédito por causa das informações de adimplência. Isto é, as contas pagas em dia são consideradas e podem garantir a inclusão financeira de várias pessoas.

A mesma lógica vale para as empresas. Vamos falar mais sobre os benefícios do Cadastro Positivo para o comércio no próximo tópico.

Quais são as vantagens para o comércio?

Uma alta taxa de inadimplência representa um problema para a saúde financeira do negócio. Afinal de contas, se os clientes não honrarem com os pagamentos, a empresa terá dificuldades de manter as contas em dia.

O Cadastro Positivo entra nesse contexto para melhorar a gestão de risco de crédito. Veja, a seguir, quais são os principais benefícios de usar o banco de dados.

Diminui a exposição a riscos financeiros

Ao consultar o CPF ou CNPJ no cadastro de inadimplentes, é possível observar apenas se o titular está com o nome negativado no ato da pesquisa. Isso diz muito sobre o comportamento financeiro do consumidor.

Já o Cadastro Positivo contém informações ainda mais completas. Se o cliente tem o costume de pagar todas as suas contas com poucos dias de atraso, por exemplo, não aparecerão restrições no nome dele.

O cadastro de adimplentes mostra as datas de pagamento — o que dá uma melhor ideia dos hábitos financeiros da pessoa. Com essas informações em mãos, é possível estabelecer critérios mais justos para as vendas a prazo e reduzir os riscos de inadimplência.

Permite acesso a melhores condições de crédito

O Cadastro Positivo no comércio não serve apenas para consultar as informações dos consumidores. Empresas também podem entrar para o banco de dados e gerar oportunidades de negócios.

Um comércio com bons hábitos de pagamento tende a ter um melhor score de crédito e conseguir condições mais interessantes na hora de pegar empréstimo, como juros mais baratos e maior prazo de pagamento. A vantagem também pode ser percebida durante as negociações com os fornecedores.

Favorece a gestão de contas

Ao monitorar o Cadastro Positivo da empresa, você acompanhará os débitos de maneira unificada. Assim, fica mais fácil controlar as contas e evitar o superendividamento.

A redução da inadimplência também melhora o controle financeiro. Isso acontece porque a empresa terá uma previsibilidade de fluxo de caixa mais precisa para administrar melhor as contas e planejar investimentos.

Garante mais profissionalismo ao negócio

Contar com soluções que usam o poder do Cadastro Positivo pode melhorar a confiança da empresa perante o mercado. Todo esse profissionalismo pode render aumento de vendas e crescimento do negócio.

Como funciona o Cadastro Positivo Serasa Experian?

A Serasa Experian tem o maior banco de dados da América Latina. As soluções avançadas que usam informações de adimplência ajudam a melhorar o desempenho da sua empresa. Ao incluir o seu negócio no Cadastro Positivo Serasa Experian, é possível visualizar:

  • informações de compromissos financeiros assumidos e histórico de pagamentos;
  • quais empresas enviaram suas informações;
  • quais empresas consultaram suas informações;

Além do mais, caso você discorde de algum dado contido no cadastro, é permitido solicitar uma revisão para correção.

O Cadastro Positivo é um banco de dados que reúne informações sobre pagamentos de pessoas físicas e jurídicas. O comércio se beneficia da solução não só ao consultar os documentos do cliente. Incluir a empresa no cadastro e monitorar todas as atualizações gera melhores oportunidades de negócios, como maior oferta de crédito, juros mais baixos e prazos maiores.

Interessou-se pelo assunto e quer saber como funciona a solução da Serasa Experian? Então, conheça o Cadastro Positivo para empresas!

Publicada em 10/09/2021 - Fonte: Serasa Experian
Gostou desse conteúdo?
Compartilhe: